Investigando os sistemas de afinação de Harry Partch e Ben Johnston

Charles Klippel Neimog, Felipe de Almeida Ribeiro

Resumo


Este artigo tem por objetivo examinar os sistemas de afinação de Harry Partch (1901-1974) e de Ben Johnston (1926-) com a finalidade de emergir suas estruturas. Busca-se também investigar uma vertente pouco difundida da música americana, com forte fundamento na matemática e acústica musical. Este artigo baseia-se principalmente nos escritos destes dois compositores, assim como em partituras publicadas pelos mesmos. A pesquisa é parte das ações do Grupo de Pesquisa Núcleo Música Nova (CNPq/UNESPAR).

Texto completo:

PDF

Referências


BERMEL, Derek. Ben Johnston: Interview with Derek Bermel, 1995. Disponível em < http://www.paristransatlantic.com/magazine/interviews/johnston.html >. Acesso em 18 dez 2015.

BONDEZAN, Erico. A Afinação Justa e Pitagórica nos Tratados do Período Renascentista e seu Uso e Interpretação na Música Coral. Maringá, 2009. Disponível em < http://www.dmu.uem.br/pesquisa/index.php?conference=epem&schedConf=epem2009&page=paper&op=download&path%5B%5D=19&path%5B%5D=1 >. Acesso em 08 jan 2016.

CHRISTENSEN, Thomas (org.). The Cambridge History of Western Music Theory. Cambridge: Cambridge University Press, 2008.

EKMAN, Petter. The Intonation Systems of Harry Partch. Iceland Academy of the Arts. Department B.A. in Composition. 2011. Disponível em < http://skemman.is/stream/get/1946/8545/22578/1/Lokaritgerd.pdf>. Acesso em 26 mar 2016.

GILMORE, Bob. “Changing the Metaphor: Ratio Models of Musical Pitch in the Work of Harry Partch, Ben Johnston, and James Tenney.” Perspectives of New Music, vol. 33, no. 1/2, 1995, pp. 458–503. http://www.jstor.org/stable/833715.

______________. < http://www.newworldrecords.org/uploads/fileMvLpR.pdf > Acesso em 08 julho de 2016.

______________. On Harry Partch's "Seventeen Lyrics by Li Po". Perspectives of New Music, 1992. Disponível em < http://www.jstor.org/stable/3090619 >. Acesso em 16 dez 2015.

JEDRZEJEWSKI, Frank. Dictionnaire des musiques microtonales. L'Harmattan, 2003.

____________________. Mathématiques des systèmes acoustiques: Tempéraments et modeles contemporains. Paris: L'Harmaltan, 2002.

JOHNSTON, Ben. Maximum Clarity: and other writings on music. Bob Gilmore (ed.). Chicago: University of Illinois Press, 2006.

________________. The Corporealism of Harry Partch. Perspectives of New Music, Vol. 13, No. 2 (Spring - Summer, 1975), pp. 85-97.

KEISLAR, Blackwood et all. “Six American Composers on Nonstandard Tunings”. Perspectives of New Music, 1991. Disponível em < http://www.jstor.org/stable/833076 >. Acesso em 16/12/2015.

NYFFELER, Max. Der Klangalchimist von Salvador. Auf den Supren von Walter Smetak, 1998. Disponível em . Acesso em 25 out. 2016.

PARTCH, Harry. Genesis of a Music. 2ed. New York: Da Capo Press. 1974.

RIBEIRO, Artur Andrés. Grupo uakti. Estudos avançados, São Paulo, v.14, n.39, p. 249-272, Aug. 2000. Available from . access on 27 Oct. 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142000000200016.

STOCKHAUSEN, Karlheinz. “How Time Passes By”. Die Reihe musical journal, Vol.3, 1959, p.10-40.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


MUSICA THEORICA - ©2016 - ISSN 2525-5541

Revista da Associação Brasileira de Teoria e Análise Musical – TeMA

Av. Tancredo Neves 1632 sala 505, Salvador/BA, Brasil – CEP 41820-020

E-mail: revista@tema.mus.br

Powered by: OJS