Grupos de estudo

Tema do Grupo: O Ensino da Teoria e Análise Musical: reflexões e proposições

Coordenadores: Prof.ª Dr.ª Any Raquel Carvalho (anyraquelcarvalho@gmail.com); Prof.ª Dr.ª Carole Gubernikoff (carole.gubernikoff@gmail.com)

Conselho consultivo: a definir

Membros: Any Raquel Carvalho, Carole Gubernikoff, Maria Amélica Benincá de Farias, Maria Lúcia Pascoal, Suelena Borges Horn.

Conselho consultivo: a definir

Histórico: Constituído por ocasião do III Encontro da TeMA (João Pessoa, 3-5 de Outubro de 2018), GE-ETAM tem como objetivo refletir sobre o ensino da teoria e análise musical na contemporaneidade, em especial, no contexto brasileiro. Partindo de um mapeamento das formas em que as diferentes disciplinas teóricas se “protagonizam” no cenário acadêmico brasileiro, em níveis de graduação e pós-graduação, visa-se à construção de um estudo crítico sobre a didática da Teoria e Análise Musical nas instituições de ensino superior do país. Considerando o perfil dos gestores, grupos de pesquisa, enfoques, métodos, suportes didáticos, interlocuções disciplinares, etc., o grupo também objetiva a promover a interação profissional e institucional, bem como estimular a interlocução com o cenário acadêmico internacional.

Lista de discussão: a ser criada


Tema do Grupo: Produção Teórica e Analítica no Brasil: trajetórias e identidades

Coordenador: Prof. Dr. Carlos Almada, Universidade Federal do Rio de Janeiro (calmada@globo.com)

Conselho consultivo: a definir

Membros: Carlos Almada, Carole Gubernikoff, Daniel Moreira de Sousa, Ernesto Hartmann, Liduíno Pitombeira, Marcos Nogueira, Maria Lúcia Pascoal, Paulo de Tarso Salles, Rafael Moreira Fortes.

Histórico: Constituído por ocasião do I Congresso da TeMA (Salvador, 9-12 de Novembro de 2014), GE-PROTAB tem como objetivo a construção da memória dos estudos teórico-analíticos no Brasil. Com viés histórico, o GE-PTAB visa ao mapeamento da produção teórico-analítica no Brasil, ao seu estudo crítico, à sua consequente divulgação em âmbito nacional e internacional, incentivando sua utilização no contexto acadêmico lusófono.

Lista de discussão: https://groups.google.com/forum/#!forum/temabr-trajetorias


 

Tema do Grupo: “Vocabulário teórico-analítico na língua portuguesa: consensos e dissensos”

Coordenador: Prof. Dr. Norton Dudeque, Universidade Federal do Paraná (nortondudeque@gmail.com)

Conselho consultivo: a definir

Membros: Antenor Ferreira Corrêa, Cristina Capparelli Gerling, Edson Hansen Sant’Ana, Gabriel Navia, João Pedro de Oliveira, Maria Alice Volpe, Norton Dudeque, Ricardo Bordini.

Histórico: Constituído por ocasião do I Congresso da TeMA (Salvador, 9-12 de Novembro de 2014), o GE-VOTALP tem como objetivo inicial o mapeamento e a racionalização do vocabulário teórico-analítico na língua portuguesa. A partir dos consensos e dissensos, pretende-se a realização de um estudo crítico da terminologia utilizada no contexto acadêmico nacional, com a finalidade de estabelecer um vocabulário crítico, evitando duplicidades terminológicas, ambiguidades e distorções semânticas. A meta do grupo é a publicação de um dicionário de termos técnicos para o campo de estudos teórico-analítico em língua portuguesa.

Lista de discussão: https://groups.google.com/forum/#!forum/temabr-vocabulario


 

Tema do Grupo: “Narratividade e Narratografia na Música Brasileira”

Coordenador: Prof.ª Dr.ª Ilza Nogueira, Universidade Federal da Paraíba (nogueira.ilza@gmail.com)

Conselho consultivo: Celso Loureiro Chaves; Michael Klein; Lawrence Kramer.

Membros: Acácio Piedade, Alex Pochat,  Bruno Angelo, Daniel de Souza Mendes, Daniel Zanella dos Santos, Fausto Borém, Ilza Nogueira, Paulo Costa Lima, Rodolfo Coelho de Souza,

Histórico: Constituído por ocasião do I Congresso da TeMA (Salvador, 9-12 de Novembro de 2014), o GE-NMB se dedica ao estudo da narratividade na música brasileira sob os diversos pontos de vista que se apliquem ao estudo da música enquanto discurso potencialmente comunicativo, significativo e sugestivo. Trata-se, portanto, de valorizar o olhar hermenêutico e crítico em relação à poiesis e à estesis musical, considerando a música enquanto idéia textualmente estruturalizada, produto estético histórica e culturalmente localizado e ideologicamente contextualizado nos diversos subsistemas da cultura brasileira. Especificamente, os estudos do GE-NAMB objetivam: 1) Gerar um corpo de conhecimentos sobre a construção narrativa nos níveis poiético e estésico, considerando suas evidências na escritura musical ou na sua interpretação, bem como a inserção dessas evidências e respectivos autores nas tradições que lhe dizem respeito. 2) Estudar os processos narrativos em diferentes gêneros musicais: instrumental, vocal-instrumental, cênico-musical, trilhas, multimeios. 3) Observar pontos de convergência e divergência no que diz respeito à narratividade musical nos diferentes subsistemas culturais brasileiros. 4) Desenvolver uma literatura crítica sobre o tema.

Lista de discussão: https://groups.google.com/forum/#!forum/temabr-narratividade