III Encontro da TeMA

O III Encontro da Associação Brasileira de Teoria e Análise Musical (TeMA) será realizado nos dias 3 a 5 de outubro, em João Pessoa, em parceria com o Centro de Comunicação, Turismo e Artes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). O evento ocorre no Departamento de Música, localizado no Campus Universitário I.

Com o tema “Música Brasileira: Perspectivas Teóricas e Analíticas”, o Encontro reunirá músicos pesquisadores e educadores nos campos das teorias composicional e analítica, estudantes de graduação e pós-graduação, com a finalidade de promover discussões temáticas atuais que possam estimular a integração do desenvolvimento das teorias musicais no país.

A programação (anexa) inclui conferências, debates temáticos, grupo de trabalho, comunicações orais e concertos, contando com pesquisadores convidados e inscritos de grande projeção na área de teoria e análise musical, representando 13 instituições de ensino superior brasileiras, dentre Universidades e Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

Duas conferências serão realizadas: o compositor Jorge Antunes, da UnB falará sobre “Intuição e Análise ou Analisando análises ou Quem procura, acha”; e o professor Marcos Vinício Nogueira, da UFRJ, sobre “Dimensões da produção imaginativa musical: movimentos, formas e intenções”.

O Encontro também propiciará debates sobre “O Futuro da Teoria da Música na educação formal” e as “Interdisciplinaridades nos processos criativos da Música”.

Ademais, 14 trabalhos teórico-analíticos estão inscritos para apresentações orais, os quais deverão proporcionar uma avaliação do estado atual da produção de conhecimentos em teoria e análise musical nas instituições de ensino e pesquisa brasileiras”, afirma Ilza Nogueira, presidente da TeMA. As modalidades em que se agrupam essas apresentações independentes são correspondem a diferentes perspectivas teórico-analíticas: sistemáticas, interdisciplinares, cognitivas, culturais e tecnológicas.

Em termos de representatividade regional, o evento inclui participantes de todas as regiões geográficas, cuja maioria, naturalmente, é da Região Nordeste. Dentre os 51 participantes, um representa uma instituição estrangeira: o Centro de Pesquisas Informáticas e Criação Musical da Universidade de Paris 8 (França)

Segundo a organização do evento, alunos e professores da UFPB terão livre trânsito em todas as atividades do Encontro sem necessidade de inscrição. No entanto, os interessados em receber o o certificado de participação e material impresso devem estar inscritos e ter, no mínimo, 75% de presenças registradas.

Integralmente dedicada à música brasileira, a programação artística é aberta ao público e realiza-se na Sala de Concertos Radegundis Feitosa da UFPB. Consta de pequenos recitais dando início à programação da tarde (“Momentos musicais”, realizados às 13:45h.), e concertos encerrando  a programação diária (realizados às 19:00h ou 20:00h).

O Encontro conta com apoio financeiro da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), sendo apoiado pela Academia Brasileira de Música e pela UFPB.

III Encontro da TeMA

Visando especialmente a jovens pesquisadores, o III Encontro da TeMA, realizar-se-á nos dias 3 a 5 de outubro de 2018, em João Pessoa-PB, sob os auspícios da Universidade Federal da Paraíba. Concentrando-se no tema “Música Brasileira: Perspectivas Teóricas e Analíticas”, o evento reunirá pesquisadores de diversas instituições brasileiras para uma programação de conferências, debates, comunicações de trabalhos e concertos. O período de submissão de trabalhos se estende de 23/04/2018 a 14/07/2018. Detalhes sobre a programação e a inscrição encontram-se na página dos “Eventos” da Associação, neste site. O III Encontro também incluirá a cerimônia de premiação do I Prêmio TeMA de Teoria e Análise Musical (categoria Jovem Pesquisador), cujo resultado será divulgado no site da TeMA (página do Prêmio) em 4 de gosto.

Prêmio TeMA 2018

Para marcar o quinto ano de atividades da TeMA, a associação lança em 2018  o I Prêmio TeMA de Teoria e Análise Musical, na categoria Jovem Pesquisador, direcionada a pesquisadores individuais entre 18 e 35 anos. Poderão concorrer autores brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil há, no mínimo, dois anos, com trabalhos inéditos relacionados ao tema “Música brasileira: perspectivas teóricas e analíticas”. Outorgar-se-á um prêmio único e indivisível da Academia Brasileira de Música, que consistirá do valor de R$500,00 (quinhentos reais), além de passagem aérea e hospedagem para assistir à cerimônia de premiação concedidas pela TeMA, e publicação eletrônica do trabalho premiado pela Editora TeMA. A cerimônia de premiação ocorrerá durante o III Encontro da TeMA (João Pessoa, 3 a 5 de outubro de 2018), a realizar-se sob os auspícios do Programa de Pós-Graduação em Música da Universidade Federal da Paraíba. As inscrições estarão abertas de 5 de março a 15 de abril de 2018 no site da TeMA, página do Prêmio (www.tema.mus.br/premio/).

Documentos pertinentes:

Prêmio Tema 2018-Edital

Prêmio TeMA 2018-Regulamento

Prêmio TeMA2018-Instruções para Autores

 

 

Lançamento: TeMA Informativo Ano 2 N.º 1

TeMA Informativo Ano 2 n.º 1 (jan. 2018) teve a satisfação de receber o compositor e musicólogo Celso Loureiro Chaves em sua “sala de visitas virtual”, concedendo-nos uma interessante entrevista. Nela, o compositor gaúcho reflete sobre diversos assuntos, tais como: reflexos da sua formação em arquitetura na sua obra musical, influências de seus mestres em sua carreira docente e composicional, a problemática da pesquisa e da formação superior em Música na atualidade, o métier do compositor, e a sua pesquisa sobre crítica genética em Música. Da sua entrevista, destacamos algumas frases que nos tocam profundamente: “Ainda se fala muito pouco do Brasil e da música brasileira nos nossos textos acadêmicos e na nossa representação em encontros internacionais.  […] é o Brasil que faz falta aos nossos estudos acadêmicos, às nossas pesquisas, aos nossos repertórios.” Além da entrevista, outras notícias de interesse teórico (releases de livros e artigos) se encontram nas seções “Da Teoria”e “Da Análise”.  Atividades dos associados da TeMA, notícias sobre eventos nacionais e internacionais se encontram na seção “Em Destaque”.  O link ao acesso do volume se encontra na página inicial deste site.

Lançamento: TeMA Informativo Ano 1 N.º 3

O TeMA Informativo  Ano 1 N.º 3 (setembro de 2017) teve a honra de receber o compositor Ricardo Tacuchian em sua “sala de visitas virtual”, concedendo-nos uma interessante entrevista. Nela, Tacuchian reflete sobre a importância da teoria musical e da musicologia para sua carreira e a concepção de seu “SistemaT”, além de abordar questões mais amplas relacionadas ao pensar e fazer musical: o posicionamento de estudos teórico-analíticos frente ao pluralismo estético musical atual, a questão polêmica do “valor da obra de arte”, e as diversas relações de oposição e interseção entre o processo criativo e a pesquisa científica.  Além da entrevista, outras notícias de interesse teórico (releases de livros e artigos) se encontram nas seções “Da Teoria”e “Da Análise”.  Atividades dos associados da TeMA, notícias sobre eventos nacionais e internacionais se encontram na seção “Em Destaque”.  O acesso ao volume se encontra em: http://tema.mus.br/publicacoes/tema-informativo/. 

NOVO LANÇAMENTO DA TeMA

Acaba de sair do forno criativo da EDUFBA o novo livro da TeMA, “Teoria e Análise Musical em Perspectiva Didática”(Série Congressos da TeMA, vol. II), contendo uma seleção de ensaios teóricos e analíticos derivados do II Congresso da TeMA (Florianópolis,  3 a 6 de maio de 2017). Estabelecendo um diálogo entre as teorias composicionais e analíticas da música e a educação musical, os autores discutem questões metodológicas importantes do ensino teórico da Música, ao lado de outros assuntos de interesses dos Grupos de Estudo da TeMA: narratividade musical,  vocabulário teórico-analítico em língua portuguesa e a produção acadêmica em teoria e análise musical no Brasil.

 O volume poderá ser adquirido mediante solicitação aos editores – Ilza Nogueira (nogueira.ilza@gmail.com) e Guilherme S. de Barros (guisauer@gmail.com) – pelo valor de R$70,00 (frete incluso).

II Congresso da TeMA

banner-web-2017-01

O  II Congresso da TeMA (Florianópolis-SC, 3-6/5/2017) trará duas grandes personalidades internacionais da Teoria da Música, para proferirem conferências, seminários, e debaterem com pesquisadores brasileiros o ensino teórico e analítico da música na atualidade. Miguel Roig-Francolí e Poundie Burstein são os convidados de honra do evento, que neste ano hospeda-se no Centro de Artes da Universidade Estadual de Santa Catarina.

Miguel A. Roig-Francolí é Professor Distinguido (Distinguished Professor) de teoria e composição no College-Conservatory of Music da Universidade de Cincinatti. Seu trabalho como teórico, musicólogo e pedagogo tem sido reconhecido internacionalmente. Tem artigos publicados nos principais periódicos acadêmicos e coletâneas de ensaios dos Estados Unidos, Inglaterra e Espanha, sobre temas que abrangem desde a teoria composicional do século XVI e a música dos compositores renascentistas espanhóis Antonio de Cabezón e Tomás Luis de Victoria até a música de György Ligeti.  É autor de Harmony in Context e Understanding Post-Tonal Music, dois livros didáticos amplamente utilizados nos Estados Unidos e Canadá e, em tradução ao mandarim, na China. Dentre as honrarias recebidas, destacam-se a Medalha de Honra do Conservatório Superior de Música das Ilhas Baleares (Espanha, 2004); o Prêmio A. B. “Dolly” Cohen de Excelência Pedagógica da Universidade de Cincinatti (2007); o prêmio George Rieveschl Jr. de Trabalhos Criativos e/ou Acadêmicos (2009); e o Prêmio Ramón Llull do Governo das Ilhas Baleares (2010). Como compositor, tem-se apresentado na Espanha, Inglaterra, Alemanha, México, Itália, Suíça, França, Grécia, Polônia, Colômbia e Estados Unidos. Em suas obras, críticos têm reconhecido destreza, respeito pelo passado e o desejo em estabelecer uma imediata comunicação. Dentre os prêmios recebidos, destacam-se o 1.º prêmio no Concurso Nacional de Composição da “Juventudes Musicais Espanholas” (1981) e o 2.º prêmio da Tribuna Internacional de Compositores da UNESCO (Paris, 1982), ambos pelas suas Five Pieces for Orchestra.

Poundie Burstein 1  L. Poundie Burstein é professor na City University (New York). Ex-presidente da Society for Music Theory (2013–15), é co-autor de A Concise Introduction to Tonal Harmony (Norton), distinguindo-se pela extensa produção de ensaios publicados nos mais prestigiados periódicos internacionais da Teoria Musical. Em sua conferência – “Entre o concreto e o abstrato na aula de teoria musical tradicional” –, Burstein focalizará a inevitável tensão entre o abstrato e o prático na sala de aula de teoria musical. Analisando os riscos da ênfase nas abstrações (a alienação da realidade musical) ou na especificidade (a dificuldade da transferência dos conceitos subjacentes a repertórios mais amplos), ele conclui que a mediação entre os extremos da abstração excessiva e da especificidade desproporcional é um desafio fundamental para a pedagogia da teoria musical. Quanto aos seus seminários, centrados na análise schenkeriana e sua pedagogia, eles abordarão estratégias para o ensino da análise schenkeriana, desde a sua introdução aos exemplos analíticos mais avançados, remetendo as estruturas realçadas pela análise schenkeriana a padrões estilísticos e estruturais auxiliares na concepção das obras.

Dentre as outras interessantes atividades do evento, destacam-se as mesas temáticas onde se discutirá a problemática do ensino teórico-analítico em níveis de graduação e pós-graduação, no Brasil e nos Estados Unidos.

Programa (tabela horizontal)

 

VII SIM/UFRJ & II Encontro da TeMA

O II Encontro da TeMA associa-se em 2016 ao VII Simpósio Internacional de Musicologia da UFRJ. Focalizando “A Música no Universo Ibero-Afro-Americano: desafios interdisciplinares”, os eventos se realizarão nos dias 24 a 27 de outubro de 2016, no prédio 3 da Escola de Música da UFRJ (Ventura Corporate Towers – Av. República do Chile, 330 –Torre Leste – 21º andar). Confiram a programação integral no documento anexo.

sim-ufrjtema2016_programa-3

Encontro 2015 da TeMA

Encontro 2015 - Cartaz

A TeMA – Associação Brasileira de Teoria e Análise Musical anuncia aos seus associados e à ampla comunidade acadêmica da Música a realização do seu “Encontro 2015”, nos dias 23 e 24 de outubro, no Centro Universitário Maria Antônia da USP (Rua Maria Antônia, 294 – Vila Buarque, São Paulo – SP).

Centrado no tema “O Ensino da Teoria e Análise Musical no Brasil”, o Encontro constará de 3 amplos debates sobre questões didático-pedagógicas relacionadas às disciplinas teóricas da Música, quais sejam:

23/10/2015 (sexta-feira)

   15:30h – 18:00hTeoria da Música no ensino de graduação

Coordenação: Maria Lúcia Pascoal

–   Teoria da Música nos Bacharelados

–   Teoria da Música nas Licenciaturas

–    Licenciatura em Teoria da música

24/10/2015 (sábado)

   09:30h – 12:00Teoria da Música no ensino de pós-graduação

Coordenação: Carlos de Lemos Almada

–   Teoria da Música na pós-graduação acadêmica

–   Teoria da Música na pós-graduação profissional

–   Teoria da Música como área de concentração

   15:30h – 18:00hLiteratura didática em Teoria da Música

Coordenação: Paulo de Tarso Salles

–  Obras traduzidas: reflexões críticas e sugestões

–   Obras originais: reflexões críticas e sugestões

–   Mercado editorial

Concebido como um evento aberto, pretende-se que as mesas de debates integrem não somente convidados mas, principalmente, aqueles que, espontaneamente, queiram expor experiências e reflexões significativas. Nesse sentido, estaremos recebendo solicitações de adesão aos três debates do congresso até o próximo dia 30 de setembro. Dirigindo-se à Coordenação científica do Encontro (diretoria@tema.mus.br), solicitantes deverão incluir os seguintes dados: Nome, titulação, instituição, título do debate, breve sumário da exposição.

Considerando a necessidade de escutarmos a comunidade acadêmica para planejarmos ações voltadas à pedagogia da Teoria e Análise musical, estimulamos a participação de todos os que vêm refletindo sobre o tema e possam contribuir com sugestões pertinentes à atualidade, ao nosso sistema educacional e à nossa cultura musical.