II Congresso da TeMA

banner-web-2017-01

O  II Congresso da TeMA (Florianópolis-SC, 3-6/5/2017) trará duas grandes personalidades internacionais da Teoria da Música, para proferirem conferências, seminários, e debaterem com pesquisadores brasileiros o ensino teórico e analítico da música na atualidade. Miguel Roig-Francolí e Poundie Burstein são os convidados de honra do evento, que neste ano hospeda-se no Centro de Artes da Universidade Estadual de Santa Catarina.

Miguel A. Roig-Francolí é Professor Distinguido (Distinguished Professor) de teoria e composição no College-Conservatory of Music da Universidade de Cincinatti. Seu trabalho como teórico, musicólogo e pedagogo tem sido reconhecido internacionalmente. Tem artigos publicados nos principais periódicos acadêmicos e coletâneas de ensaios dos Estados Unidos, Inglaterra e Espanha, sobre temas que abrangem desde a teoria composicional do século XVI e a música dos compositores renascentistas espanhóis Antonio de Cabezón e Tomás Luis de Victoria até a música de György Ligeti.  É autor de Harmony in Context e Understanding Post-Tonal Music, dois livros didáticos amplamente utilizados nos Estados Unidos e Canadá e, em tradução ao mandarim, na China. Dentre as honrarias recebidas, destacam-se a Medalha de Honra do Conservatório Superior de Música das Ilhas Baleares (Espanha, 2004); o Prêmio A. B. “Dolly” Cohen de Excelência Pedagógica da Universidade de Cincinatti (2007); o prêmio George Rieveschl Jr. de Trabalhos Criativos e/ou Acadêmicos (2009); e o Prêmio Ramón Llull do Governo das Ilhas Baleares (2010). Como compositor, tem-se apresentado na Espanha, Inglaterra, Alemanha, México, Itália, Suíça, França, Grécia, Polônia, Colômbia e Estados Unidos. Em suas obras, críticos têm reconhecido destreza, respeito pelo passado e o desejo em estabelecer uma imediata comunicação. Dentre os prêmios recebidos, destacam-se o 1.º prêmio no Concurso Nacional de Composição da “Juventudes Musicais Espanholas” (1981) e o 2.º prêmio da Tribuna Internacional de Compositores da UNESCO (Paris, 1982), ambos pelas suas Five Pieces for Orchestra.

Poundie Burstein 1  L. Poundie Burstein é professor na City University (New York). Ex-presidente da Society for Music Theory (2013–15), é co-autor de A Concise Introduction to Tonal Harmony (Norton), distinguindo-se pela extensa produção de ensaios publicados nos mais prestigiados periódicos internacionais da Teoria Musical. Em sua conferência – “Entre o concreto e o abstrato na aula de teoria musical tradicional” –, Burstein focalizará a inevitável tensão entre o abstrato e o prático na sala de aula de teoria musical. Analisando os riscos da ênfase nas abstrações (a alienação da realidade musical) ou na especificidade (a dificuldade da transferência dos conceitos subjacentes a repertórios mais amplos), ele conclui que a mediação entre os extremos da abstração excessiva e da especificidade desproporcional é um desafio fundamental para a pedagogia da teoria musical. Quanto aos seus seminários, centrados na análise schenkeriana e sua pedagogia, eles abordarão estratégias para o ensino da análise schenkeriana, desde a sua introdução aos exemplos analíticos mais avançados, remetendo as estruturas realçadas pela análise schenkeriana a padrões estilísticos e estruturais auxiliares na concepção das obras.

Dentre as outras interessantes atividades do evento, destacam-se as mesas temáticas onde se discutirá a problemática do ensino teórico-analítico em níveis de graduação e pós-graduação, no Brasil e nos Estados Unidos.

Programa (tabela horizontal)